quinta-feira, 19 de abril de 2012

Perspectivas Sociológicas - A Sociologia como forma de consciência, Peter Berger

Resenha do texto: BERGER, Peter. Perspectivas Sociológicas, uma visão humanística. Petrópolis, Vozes. 1976. Cap.2  “A Sociologia como forma de consciência”.

A perspectiva sociológica se reveste de grande peculiaridade. A sociologia é uma forma de consciência crítica, particularmente moderna e ocidental. O objeto de estudo da análise sociológica é a sociedade, o social, a interação, inter-relação e reciprocidade na grande variedade de relações humanas. 

É importante refletir sobre o que é "sociedade", esse termo na linguagem comum, não se limita a critérios quantitativos, portanto, sociedade pode ser um determinado grupo de pessoas ou às vezes grupos mais restritos, pessoas com prestígio e privilégio, por exemplo. Para os sociólogos "sociedade" designa um grande complexo de relações humanas, um sistema de interação, analisado em si mesmo e entendido como uma entidade autônoma. A sociedade consiste num complexo de fatos sociais, a definição exata do social foi dada por Max Weber, segundo a qual uma situação "social" é aquela em que as pessoas orientam suas ações uma para as outras. A trama de significados, expectativas e conduta que resulta dessa orientação mútua constitui o material de análise sociológica. 

O sociólogo encontra material de estudo em todas as atividades humanas, mas nem todos os aspectos dessas atividades constituem material sociológico. Comparando o trabalho do economista com o do sociólogo podemos verificar essa afirmação, o economista atentará a processos puros da atividade econômica ( a alocação, distribuição, de bens de serviços escassos numa sociedade), examinando os mesmos processos o interesse primordial do sociólogo será a grande variedade de relações e interações humanas. 

O que a perspectiva sociológica faz é "olhar por trás dos bastidores", ou seja, envolve um processo de ver além das fachadas das estruturas sociais, das versões oficiais, conhecendo assim sua realidade e os mecanismos que movem os fatos sociais e seus problemas. O problema sociológico é sempre a compreensão do que acontece em termos de interação social, da situação social em seu todo. Por isso, o problema sociológico consiste menos em determinar porque algumas coisas "saem erradas" do ponto de vistas das autoridades do que conhecer como todo o sistema funciona e como se mantém coeso, olhando a situação dos pontos de vista de sistemas interpretativos antagônicos que constitui umas das características da consciência sociológica. 

É, portanto, de grande importância e utilidade conhecer como funcionam as perspectivas sociológicas a fim de obter a sociologia como forma de consciência, pensar e racionalizar com posicionamento crítico dos fatos sociais para vermos além da "fachada da sociedade".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário